Quintas dos Produtores

Orgulhamo-nos de aliar este amplo conhecimento às melhores parcerias, parcerias essas repletas dos mais prestigiados produtores

Quinta do Noval

A histórica propriedade da Quinta do Noval tem vindo a produzir grandes vinhos no coração do Vale do Douro desde 1715. A Quinta do Noval é única entre as tradicionais grandes Casas de Vinho do Porto pelo facto de dar o nome da quinta aos seus melhores vinhos e à própria empresa. Os seus principais Porto Vintages, Quinta do Noval Nacional e Quinta do Noval são ambos de uma só quinta. A Quinta do Noval produz excelentes Porto Vintages que são harmoniosas e elegantes expressões do seu terroir único.

Quinta da Romaneira

A Quinta da Romaneira resultou da junção de várias propriedades pré-filoxéricas, a maior parte delas classificadas no conjunto das de produção de “Vinho de Feitoria” (a qualidade mais elevada, à época – com capacidade de exportação através da Feitoria Inglesa do Porto) nas demarcações pombalinas de 1757. A abundância de Rosmaninho terá dado o nome à propriedade. Na realidade, 1757 trata-se apenas do registo oficial da Quinta (feito aquando das tais demarcações decididas pelo Marquês de Pombal), uma vez que a vinha já teria sido plantada algumas décadas antes.

Quinta do Grifo

Uma vinha que cresce exclusivamente em encostas, com vista para as curvas do rio Douro, que forma uma fronteira natural com a Espanha. Medindo 120 hectares, é um dos últimos grandes vinhedos criados na Europa. A vinha é composta exclusivamente por vinhas com classificação A e situa-se no Douro Superior, próximo da Barca d’Alva, no coração do Parque Natural do Douro Internacional. Esta espetacular região foi classificada como Património Mundial pela UNESCO em 2001. Este elevado padrão garante que os locais da região do Douro resistirão ao teste do tempo. O solo de xisto confere aos vinhos da propriedade uma riqueza e mineralidade aromáticas.

Quinta do Quetzal

A Quinta do Quetzal situa-se no coração da região do Alentejo nas encostas da Vidigueira. Fica nas imediações da mais antiga adega romana de que há registo na Península Ibérica. O microclima e as suas colinas criam as condições ideais para um terroir único. Aqui as uvas crescem num solo rico em xisto, a pedra da região. A sua excecional qualidade permite produzir vinhos em quantidades limitadas, que expressam o caráter da região envolvente. A nossa moderna adega preserva as antigas tradições e técnicas de produção vinícola romanas e alentejanas. As uvas são introduzidas na adega, pela pura ação natural da gravidade, e transformadas em vinhos excelentes nas nossas caves.

Rozés Porto

Empresa do Grupo Vranken Pommery Monopole desde 1999, a Rozés tem uma história secular ligada ao Douro. Primeiro grupo exportador de Vinho do Porto a instalar-se na Região Demarcada do Douro, a Rozés tem solidificado a sua presença nos mercados nacionais e internacionais, impondo os seus vinhos com mestria, de onde se realça o íntegro controlo das diversas fases da vitivinicultura, no Douro, desde a plantação das vinhas, ao envelhecimento e engarrafamento dos vinhos. Fundada em Bordéus em 1855, por Ostende Rozés, um negociante de vinhos finos daquela cidade, a Rozés começou por importar e comercializar Vinho do Porto.

Barão de Vilar

A sua ligação ao negócio dos vinhos data do início do século XVII, conforme os Livros da Imposição (1620-1640) que referem os comerciantes Jorge Fernandes e o seu genro Francisco da Silva Moura, antepassados do ramo português da família, como dos maiores comerciantes de vinhos registados na época. Estes antepassados da família van Zeller são os primeiros de que há conhecimento de uma série ininterrupta de 14 gerações consecutivas que se dedicaram, e dedicam ainda, ao comércio de vinhos do Douro e de Vinhos do Porto, facto sem precedentes em qualquer outra “dinastia” de famílias portuguesas envolvidas no negócio de vinhos.

Vinhos Anselmo Mendes

O trabalho de Anselmo Mendes é reconhecido em Portugal e no estrangeiro não apenas pela excelência dos vinhos que produz mas pela forma surpreendente e consistente como inova. A fermentação de uvas Alvarinho em barricas de madeira ou o uso de técnicas de vinificação antigas, como a curtimenta, são alguns dos métodos que fazem com que estes vinhos sejam um caso à parte no mundo dos brancos. 
Apostando nas castas Alvarinho, Loureiro e Avesso, Anselmo Mendes produz vinhos brancos tranquilos que conquistaram já diversos prémios e distinções e ganharam a confiança dos críticos e apreciadores mais exigentes em todo o mundo.

Herdade de S.Miguel

Adquirida por Alexandre Relvas em 1997, a Herdade está situada no concelho de Redondo e possui cerca de 175 ha de área total, dos quais 35 ha são de vinha plantada em solos franco-argilosos, derivados de xisto. Possui ainda 97 ha de sobreiros, plantados entre 1998 e 1999.
No restante espaço dedicamo-nos à criação e preservação de espécies autóctones portuguesas em vias de extinção, tais como o ‘burro de Mirandela’ e o ‘garrano do Gerês’, em tempos grandes ‘alfaias agrícolas’, e que hoje estão em extinção devido à mecanização da agricultura.

Vinhos Convento D’Aguiar

No sopé da Serra da Marofa, entre os vales dos rios Côa e Águeda, que desaguam no Internacional e vizinho Rio Douro, situa-se Figueira de Castelo Rodrigo, vila de tradição vinícola onde se produzem vinhos de elevada qualidade. Foi por volta do século XII que os monges de Cister habitaram o Convento de Santa Maria de Aguiar e com o seu saber, iniciaram na região a cultura da vinha e a produção do vinho.
Hoje, a Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo assume-se como herdeira desse Saber e Arte. Fundada em 1956, por 154 sócios, conta actualmente com 800.

Aneto Vinhos

A Sobredos é uma pequena empresa familiar criada em 2001 com o objectivo de produzir vinhos do Douro, cuidar de vinha própria ao longo de todo o seu ciclo vegetativo, vindimar, vinificar e engarrafar, tendo sempre no seu horizonte obter pequenas produções de vinhos com um grande potencial de qualidade.A primeira colheita a ser engarrafada foi o Aneto 2002 tinto. Passados três anos foi produzido um vinho doce branco – Aneto Colheita Tardia (Late Harvest).Em 2006 introduzimos o primeiro Aneto Grande Reserva tinto. Em 2007 teve lugar a produção do primeiro Aneto branco.No ano seguinte, 2008 saíu o primeiro Aneto Branco Reserva.Finalmente em 2010 foi lançado um primeiro ensaio do Aneto Pinot Noir, em reduzida quantidade que teve seguimento no ano seguinte.

Dom Xisto

A Carlos Alonso Douro Wine é uma empresa de cariz familiar de vocação internacional, focada na produção de vinhos de qualidade, na inovação e no desenvolvimento da região que está no seu ADN: o Douro.

A Carlos Alonso Douro Wine nasceu em 1985 da vontade e ousadia do seu fundador. Foram a sua visão, o carácter e personalidade vincada que traçaram o rumo ganhador para um projeto.

A abertura à inovação e a ambição de fazer diferente – aliadas ao respeito pela tradição e pelos valores da ética e da responsabilidade – marcam a génese de uma organização que tem sabido preservar a visão do fundador e adaptá-la à inevitável mudança dos tempos.

Paço do Conde

A história desta Herdade remonta ao final do séc. XIV. A Herdade é referida desde 1.378 nos primórdios do Reino de Portugal.
Grande parte da “Herdade Paço do Conde” está localizada entre os vestígios de um antigo castelo Romano junto ao Guadiana e a antiga cidade Romana dos “Vilares”.
Há mais de três séculos que a Herdade Paço do Conde está na posse da família Castelo Branco. A origem de uma da mais antigas empresas agrícolas do País, fundada em 1928 com o nome Sociedade Agrícola Paço do Conde, é assegurada hoje com a gestão do atuais proprietários, José António Ferrão Castelo Branco, Luís Miguel Ferrão Castelo Branco e Maria Luísa Castelo Branco Schmidt, netos do fundador.

Vinicom

Mais do que nos assumirmos como uma empresa especializada na comercialização e distribuição de vinhos, a Vinicom está no mercado com a missão de desenvolver as marcas dos nossos parceiros produtores que muito têm trabalhado para melhorar a imagem de qualidade do sector do vinho ao longo dos anos.

Fundada em 2004, a Vinicom é participada em 49,5% do seu capital pelo Grupo Freixenet: um dos maiores grupos ao nível mundial no sector dos vinhos. Deste modo, beneficiamos, como é natural, de um apoio permanente de informação privilegiada tanto na vertente técnica da produção como na comercialização.

Mantemos um contacto muito próximo com os produtores, os quais distribuímos em exclusividade no território nacional, e trabalhamos todos os dias para servir os nossos clientes sempre com o fim de acompanhar as suas exigências e superar as suas expectativas.

Marcolino Sebo

A casa Marcolino Sebo é uma empresa familiar que está ligada à área da viticultura há mais de 30 anos sendo a sua constituição oficial datada de 15-05-1975. Ao longo de mais de 25 anos houve uma dedicação em pleno à viticultura , sendo as uvas entregues na Adega Cooperativa de Borba, mas com o crescente aumento da área de vinha e o sonho do proprietário da empresa – Marcolino Sebo – de produzir o seu próprio vinho surgiu o projecto de criar uma adega.

Foi no virar do século XX, no ano 2000 que Marcolino Sebo contando com 130 hectares divididos por sete parcelas de vinha situadas entre Borba e Estremoz, caracterizadas pelos solos argilo-calcários e argilo-xistosos começou a vinificação das suas uvas, tendo o engarrafamento e comercialização do seu vinho ocorrido no ano de 2001.

100 Hectares
Cadão Douro
 

Sediada no Douro em S. João da Pesqueira – coração da primeira região demarcada do mundo e património mundial da humanidade pela UNESCO, a Mateus & Sequeira Vinhos S.A. surge como uma empresa jovem e empreendedora com um passado pleno de trabalho ligado a tradição vitivinícola e a investigação na região do Douro Vinhateiro.

Em 1997 constituiu-se a sua antecessora Vale do São MArtinho, Soc. Agrícola S.A, (VSM) considerada empresa pioneira no plano vinícola da região duriense, apostando num modelo de produção e gestão de referência, criou e desenvolveu vinhos DOC-Douro e VIinhos do Porto que prometiam ser um marco no panorama duriense. Em 2008 a VSM entra numa sociedade comum com uma das maiores empresas de vinho do porto do mundo, cabendo ao VSM a produção de todos os vinhos do porto do grupo, simultaneamente é fundada a MSV, para se dedicar em exclusivo a produção de vinhos DOC-Douro e Regionais Durienses de qualidade, dando início a uma nova era com base no saber acumulado e na capacidade empreendedora e dinâmica de uma nova empresa.

Casas Altas

Na localidade de SOUROPIRES, concelho de Pinhel, fica a nossa pequena empresa familiar, que explora cerca de 6 hectares de vinhas. Tentamos obter os melhores vinhos possíveis de cada parcela ou casta de que resultam três vinhos brancos, Riesling, Chardonnay e Verdelho (colheita tardia), dois tintos, um extreme com Touriga Nacional apenas e outro com blend de Touriga Nacional e Tinta Roriz e, finalmente, dois espumantes, um com Chardonnay e outro rosé feito com a casta Rufete.
Os vinhos Casas Altas fazem parte da região Demarcada da Beira Interior e têm uma produção anual de cerca de 20 mil garrafas.

Quinta do Portal

A Quinta do Portal é uma casa portuguesa, familiar e independente que abraçou com toda a paixão o conceito de “Boutique Winery”, dedicando-se à produção de vinhos DOC Douro, Vinhos do Porto de categorias especiais e Moscatel.
Este projecto iniciado no início dos anos 90 do séc. XX, teve como base uma propriedade centenária da família onde era produzido Vinho do Porto, mas houve desde logo um grande ênfase na criação de vinhos do Douro de classe internacional.
A qualidade foi sempre o nosso lema, como o atestam as várias distinções nacionais e internacionais atribuídos quer aos nossos vinhos, quer às várias vertentes da Quinta do Portal.

Empor Spirits

Apesar de contraditório, a EMPOR Spirits é simultaneamente uma empresa com séculos de história ao mesmo tempo que comemora uma década de existência.

Em meados do séc. XIX e sob o nome de Empor SA foi a empresa pioneira para o trade de tabacos, charutos e marcas de bebidas alcoólicas de prestígio para o mercado nacional; no entanto, foi apenas em 2005 que nasceu a Empor que agora conhecemos, como EMPOR Spirits, focada exclusivamente no negócio de comercialização de Marcas nacionais e internacionais de vinhos e Spirits.

Viborel

A Viborel Distribuição S.A  é uma empresa privada com mais de 30 anos, com um grupo accionista forte e coeso, que tem proporcionado um crescimento sustentável ano após ano.

Presta um serviço de excelência em produtos de elevada qualidade e cria valor e notoriedade para as marcas e entidades com quem desenvolve parcerias.

Marcas como Cartuxa, Bacalhôa, Aliança, Tapada do Chaves, Quinta do Carmo, Laurent-Perrier, Cachaça 51, Whyte & Mackay, Murganheira, Raposeira, Favaios ou Corona ajudam-nos a celebrar momentos marcantes nas nossas vidas e estão connosco em muitos momentos de alegria.

Fundada em 1926 por Messias Baptista, a MESSIAS produz e comercializa espumantes e vinhos de reconhecida qualidade das principais regiões demarcadas: Bairrada, Douro, Dão, Vinho Verde, Beiras e Vinho do Porto. Conheça a rica história de uma empresa que se vem escrevendo com vinho há mais de 90 anos e que é um símbolo de Portugal no mundo.

A Quinta da Foz foi edificada por D. Luís Borges Beleza de Andrade entre 1796 e 1810, mas foi em 1872 que esta propriedade foi fundada pela família Cálem após a sua aquisição. Esteve na posse da família Cálem até finais de 2010. A Quinta da Foz está localizada em pleno Douro Vinhateiro, na sub-região de Cima Corgo, na freguesia de Gouvães do Douro, Sabrosa, e partilha nas suas margens a junção do rio Pinhão com o rio Douro.

«Ser SEXY é aproveitar a vida como se fosse um detalhe fundamental. Os amigos, a família, a aventura; É um descomplexar moderno, ao mesmo tempo sóbrio e divertido. Sempre aventureiro mas com a certeza absoluta da nossa própria responsabilidade. Os vinhos SEXY, são esta intensidade medida, colocada propositadamente num patamar que poucos vinhos atingem. A qualidade é encaramo-la não como um atributo por si mas com o mesmo sentimento de olhar no espelho pela manhã e poder sorrir. É esta a filosofia, é este o impulso fundamental.»

A familia Brites Aguiar tem origem e residência desde sempre na Região Demarcada do Douro e a actividade praticada é a contínua ligação à terra; a agricultura.

Na pequena aldeia de Várzea de Trevões do concelho de S. João da Pesqueira localiza-se a residência e casa agrícola da família.

A geração no activo, Lúcia, Paulo e Tomi, têm na sua rectaguarda os progenitores: Maria Fernanda Costa Brites e Manuel António Pacheco Aguiar. A geração mais recente, Inês, Mariana, e Mané completam e são a continuidade da prole da família Brites Aguiar.

Loading...